skip to Main Content

Arquitetura comercial: a importância do mobiliário para atração de novos clientes

Um bom projeto de arquitetura comercial vai muito além da estética. Embora o foco da sua concepção seja também o bem-estar, ele é essencial para atrair e reter clientes. O mobiliário para projetos comerciais, portanto, precisa ganhar uma atenção extra, pois impacta diretamente nos resultados do negócio.

Fatores como cores, circulação, design e iluminação também influenciam a atenção dos consumidores – e por consequência, as vendas do estabelecimento. Quando um cliente se sente confortável em uma loja, sabemos que as chances de ele fechar qualquer negócio aumentam.

Mas o que é arquitetura comercial?

Arquitetura comercial é o termo utilizado para se referir a projetos que tenham fins comerciais, como lojas, restaurantes e bares em geral. Nesse ramo da arquitetura, o objetivo do projeto é voltado para a experiência de compra dos clientes. 

Para desenvolver um bom projeto nesse sentido, é importante conhecer o público da marca. Esse trabalho envolve bastante estudo e pesquisa. Um erro comum nesse momento é ouvir apenas os gostos dos proprietários e colaboradores do estabelecimento, deixando de lado a preferência dos clientes. Na arquitetura comercial, é preciso que exista um equilíbrio, pois o projeto precisa chamar a atenção dos consumidores da empresa!

Dicas para projetos de arquitetura comercial

Apesar de cada empresa atender ao seu público específico, algumas orientações valem para todos os projetos de arquitetura comercial. Confira a seguir! 

Fluxo de circulação

Um dos principais fatores a ser observado na hora de desenvolver um projeto comercial é a circulação. O fluxo precisa favorecer o acesso aos produtos e serviços. 

A circulação também deve ser agradável, facilitando a experiência de compra. Atente para a dimensão dos corredores e para a sinalização do local. Ordenar racionalmente os espaços é um dos maiores desafios de qualquer ambiente comercial.

Iluminação

Dentro do tópico de iluminação, existem dois pontos que precisam ser observados com atenção: as luzes que iluminam os produtos e as luzes voltadas para a circulação das pessoas. 

Para os produtos, a escolha precisa girar em torno do destaque: a iluminação deve captar a atenção dos consumidores. Spots com elementos de angulação, por exemplo, estão sendo bastante utilizados. Já na circulação, a iluminação mais difusa, sem foco definido, costuma ser a melhor escolha.

Acústica e aromas 

Você sabia que o som ambiente tem influência nas vendas e no tempo de permanência de um cliente dentro da loja? Os aromas do espaço também impactam na experiência de compra e costumam gerar reações imediatas, mesmo que de forma inconsciente! Por esse motivo, os elementos sensoriais não podem ser ignorados na arquitetura comercial. 

O projeto deve contemplar soluções que tornem o ambiente confortável acusticamente, com um sistema de som bem projetado. Em relação aos cheiros, existem diversas formas de aromatizar um ambiente. Utilizar o ar condicionado central, por exemplo, é uma das maneiras.

Cores

A escolha das cores presentes no projeto deve seguir um processo racional – e não apenas intuitivo. Mais do que uma função decorativa, as cores transmitem sensações aos consumidores. 

Os estabelecimentos mais sofisticados, por exemplo, costumam apostar em tons de preto, marrom e cinza. Já as lojas que desejam captar a atenção de um público maior costumam utilizar tons mais chamativos. É importante ainda que a escolha das cores esteja alinhada com o marketing da marca: a identidade visual do estabelecimento precisa “casar” com o projeto comercial.

Mobiliário

Em qualquer projeto de arquitetura, os móveis são essenciais para o conforto e bem-estar das pessoas. No caso dos ambientes comerciais não é diferente! 

Nos espaços em que o cliente será recepcionado, os móveis devem ser atrativos, bem estofados e com um design ergonômico. Móveis bem planejados passam a sensação de acolhimento, além de transmitir mais credibilidade e confiança ao consumidor.

Fimma e Movelsul juntas em 2022

As principais tendências do setor de madeira e móveis estão te esperando na Movelsul 2022, a principal feira de móveis da América Latina, que ocorre do dia 14 até 17 de março. 

Veja mais informações sobre a Movelsul.

Em edição histórica, a feira ocorre juntamente com a Fimma 2022, que é referência em máquinas para a indústria moveleira. Toda a cadeia de madeira e móveis deve se reunir em Bento Gonçalves nos quatro dias de evento. 

Confira mais detalhes sobre a Fimma

Acesse aqui outras novidades destinadas aos profissionais do setor de móveis e madeira! 

Back To Top